publicado por adm | Segunda-feira, 17 Maio , 2010, 23:36

A massagem Tui Na é um método de tratamento eficaz no combate e prevenção de doenças. É ainda considerada um "elixir" da vida.
A massagem Tui Na é uma das antigas artes de cura da medicina tradicional chinesa juntamente com a acupunctura e a medicina alternativa. Embora a Tui Na tenha vindo a ser utilizada na China há mais de 4 mil anos, e ainda hoje seja utilizada em hospitais e clínicas de todo o país, só há poucos anos chegou ao conhecimento do Ocidente. O nome Tui Na vem do chinês e traz consigo a natureza vigorosa da prática desse sistema de cura: "Tui" significa empurrar e "Na" significa segurar com força.


Esta massagem fundamenta-se assim nas teorias do Qi (energia vital), Xue (sangue) e Zang Fu (órgãos internos), e guia-se pela teoria dos Jing Luo (meridianos e colaterais). Com as diferentes partes das mãos e segundo a patologia do paciente, o terapeuta faz directamente sobre os meridianos, pontos e outras partes do corpo, múltiplas técnicas de massagem. 
Este método terapêutico, que se pratica no exterior do corpo e produz efeito no interior do mesmo, contribui para a desobstrução dos meridianos, promove a circulação da energia e do sangue, regula as funções dos órgãos internos e lubrifica os tendões e ossos, pelo que permite prevenir e tratar algumas patologias e melhorar o bem-estar físico e psicológico da pessoa.


A Medicina Tradicional Chinesa
Antes de falarmos propriamente da Massagem Tui Na teremos que compreender como a medicina chinesa vê as doenças. O início de uma doença pode manifestar-se fisicamente, emocionalmente, mentalmente ou até espiritualmente. Geralmente as doenças não ocorrem repentinamente. Entre a saúde e a doença aparecem sempre alguns sintomas, como o cansaço, dores, insónias, náuseas e tonturas. 
Para os médicos chineses, tais sintomas indicam um desequilíbrio no fluxo do QI. O estado físico e emocional do paciente, o seu comportamento e o seu meio ambiente indicarão o tipo de desequilíbrio existente e o tratamento necessário. A medicina ocidental procura o agente causador da doença, como os vírus ou as bactérias. 
Quando o agente da doença não é bem claro, trata-se os sintomas que o paciente apresenta. Assim, a medicina ocidental baseia-se nas ciências da anatomia e da fisiologia, que estudam o corpo como partes desvinculadas da mente. A medicina chinesa, por sua vez, considera o corpo, a mente e o espírito num só, indivisíveis e interdependentes. 
O tratamento, normalmente, visa estabelecer e manter um bom estado de saúde, em vez de curar apenas um componente de doença. Assim, uma doença física é vista como um reflexo de desarmonia em todo o ser. Para curar a doença é preciso curar a origem da desarmonia. 
Yin e Yang: De acordo com o pensamento chinês, toda a vida começa na interacção de duas forças opostas, mas que se complementam: Yin e Yang. Tudo no universo pode ser descrito nos termos de ying e yang , embora nada seja completamente um e outro. Assim, todos os aspectos do corpo, da mente e do espírito humano podem ser definidos pelo equilíbrio entre estas duas forças opostas. Para a boa saúde, o equilíbrio entre elas deve ser mantido.


O Qi e o sangue: As substâncias essenciais do corpo são QI, Jing, Shen, Sangue e Fluídos Corporais. Qi é a força da vida, a energia vital governada pela interacção dinâmica entre Yin e Yang. Toda a vida é resultado da interacção dinâmica entre Qi e a matéria; esta interacção termina com a morte. O Qi flui nos nossos corpos por canais chamados de Meridianos e preenche os órgãos a mente e o espírito. 
Assim, a forma como o Qi flui pelo nosso corpo afecta o bem-estar físico, mental, emocional e espiritual. Para a nossa boa saúde as influências de Yin e Yang devem ser equilibradas. Se o fluxo Qi for interrompido, ele pode estagnar ou ficar bloqueado, afectando assim, o equilíbrio yin e yang, e resultar em doença. Para a medicina chinesa o sangue é quase uma extensão do Qi, porque se origina no coração e na medula óssea, sendo resultante do Qi fornecido pelo alimento e pelo ar. 
Os órgãos: Por sua vez, os órgãos não são vistos como uma parte física do corpo, mas como as funções que exercem e as suas relações com as outras partes do corpo. A definição chinesa dos órgãos abrange os sistemas espiritual e emocional, assim como o físico. 
Os Meridianos: Os chineses reconhecem que o nível absoluto de Qi no corpo não significa por si só boa saúde, mas o modo como ele está distribuído e equilibrado por todo o corpo. O sistema dos meridianos é o canal que distribui Qi por todo o corpo, ligando todas as suas partes, a mente, o espírito e as Substâncias Essenciais. Cada Meridiano controla um Qi associado a um dos principais órgãos internos. 
Há doze Meridianos em cada metade do corpo e eles ocorrem simetricamente. Seis são yang, os outros seis são yin. Ao longo de cada Meridiano há áreas específicas, chamadas pontos Qi, onde o Qi flui próximo à superfície do corpo. Neste ponto o Qi pode ser manipulado tanto por agulhas (acupunctura), como pela pressão profunda da massagem Tui Na. Estes tratamentos podem eliminar o Qi bloqueado e estagnado, permitindo que ele flua livremente, equilibrando o yin e o yang.

História da Massagem Tui Na
A história deste tipo de massagem é muito longa e tem tradições milenares. Considera-se actualmente que os primeiros indícios da massagem com fins terapêuticos, datam de há cerca de cinco mil anos. A massagem surgiu a partir do momento que o ser humano teve a necessidade natural de sanar as suas dores e outros males, que o acometiam. Esses males eram causados, por hábitos alimentares incorrectos ou forças da natureza e até desequilíbrios emocionais. Inicialmente as práticas terapêuticas estavam inevitavelmente ligadas a curandeiros e feiticeiros e a massagem era realizada com as mãos e com o auxílio de instrumentos. Utilizavam-se pedras de aproximadamente 5 cm, que eram colocadas entre dois dedos para depois massajar. Também era comum o uso de costelas de animais de aproximadamente um palmo. Existiam ainda manobras que eram realizadas com os pés e que evoluíram para o uso das mãos. Armas de combate e movimentos de luta evoluíram e transformaram-se para servir à massagem. Actualmente os massoterapeutas têm como principal instrumento de massagem as suas mãos. Os primeiros cursos a nível universitário foram organizados em ShangHai em 1956. Hoje em dia, a Tui Na assume grande importância nos cuidados de saúde orientais.

Como actua a Tui Na
Entre as diversas manifestações da Medicina Tradicional Chinesa, a Tui Na é aquela que melhor junta o útil ao agradável. Se entre os Ocidentais, o significada de massagem se restringe a uma prática de manipulação local e normalmente periférica, no Oriente é extensível à acção que desempenha nos sistemas nervoso, reprodutor, digestivo, circulatório e aos benefícios que faz aos tecidos cutâneos, à circulação sanguínea e também à estrutura óssea. Ou seja, benefícios para a saúde integral do indivíduo nas vertentes física, emocional e mental. 
A Tui Na não substitui o médico, melhora, no entanto, a capacidade natural do corpo se curar a si próprio em todos os níveis do ser. A Tui Na actua holisticamente no equilíbrio do fluxo de chi por todo o corpo, mente e espírito. As diferentes técnicas da Tui Na, têm por objectivo regular a função dos meridianos, equilibrando o respectivo fluxo de energia: sedá-la se estiver em excesso e tonificá-la, caso esteja enfraquecida, regularizando a passagem do fluxo energético no corpo da pessoa. 
O seu objectivo é reforçar o equilíbrio natural da pessoa, para a manter de boa saúde. Recebida regularmente, esta massagem estimula as defesas do seu organismo, não dando oportunidade a que a doença se instale. Numa vertente terapêutica, que está fora do âmbito apenas da estética, a Tui Na estimula a capacidade do corpo recuperar a sua saúde, podendo e devendo ser utilizada em conjunto com qualquer método de tratamento convencional ou homeopático, pois acelera os processos de recuperação do organismo a todos os níveis em simultâneo. 

Contra-indicações
Como todas as formas de terapia, há certas condições que contra indicam a Tui Na mas poucas são totalmente contra-indicadas. A massagem Tui Na não é recomendada a pessoas com problemas cardíacos ou cancro, especialmente o de pele e o do sistema linfático;
- pessoas com osteoporose;
- deve-se evitar massajar directamente sobre pele inflamada ou com eczema, psoríase ou herpes-zoster;
- não se deve massajar a parte inferior das costas e o abdómen durante a gravidez. 
Benefícios da Tui Na 
1 - Benefícios sobre a pele A Tui Na estimula e tonifica a pele, activando a circulação sanguínea subcutânea, facilita a eliminação das toxinas, e dá mais brilho à pele. 

2 - Benefícios sobre a circulação sanguínea e linfática Os movimentos, as percussões, as fricções da Tui Na activam a circulação dos fluidos orgânicos e em particular do sangue e da linfa: Uma circulação sanguínea melhorada permite uma melhor distribuição do oxigénio nos tecidos e uma melhor eliminação das toxinas. O ritmo cardíaco regulariza-se e os numerosos incómo:censurado:dos ligados a uma circulação sanguínea inadequada (varizes, etc) desaparecem. 
A linfa é um líquido incolor que possui a sua própria rede de circulação. Banha e drena o conjunto de tecidos do organismo. Os resíduos que ela recolhe são lançados no sangue. Uma boa circulação linfática é importante para garantir a saúde dos tecidos. Se a linfa estagnar em certos locais do corpo, provoca edemas, inflamação e dor. 
3 - Benefícios sobre a musculatura A massagem Tui Na é uma boa técnica para aliviar dores nos músculos, por excesso de stress e falta de exercício. Graças à sua acção estimulante sobre a circulação dos fluidos, as fibras musculares desembaraçam-se rapidamente das toxinas que geram fadiga, distensões, contracções, etc. 
4 - Benefícios sobre o sistema nervoso (vegetativo) Este sistema engloba as vísceras (coração, fígado, pulmões, etc) e as glândulas endócrinas. É composto pelo sistema nervoso simpático e parassimpático, que tendem a equilibrar-se mutuamente. A Tui Na contribui assim, para manter este equilíbrio precioso e, se necessário, restabelecê-lo. 
5 - Benefícios sobre o sistema nervoso cerebro-espinal Este sistema é composto pela espinal-medula e pelo encéfalo, que por sua vez compreende o bolbo raquidiano, o cerebelo e cérebro. Este sistema tem por função transmitir as ordens aos diferentes músculos, coordenar as funções vitais e gerir a informação sensorial. A Tui Na permite acalmar este sistema, muitas vezes sobrecarregado por demasiados estímulos sensoriais. 
6 - Benefícios sobre as vísceras As vísceras são órgãos contidos nas cavidades craniana, torácica e abdominal. Esses órgãos são estimulados pela Tui Na, favorecendo as suas funções ou proporcionando a sua descontracção. 
7 - Benefícios sobre as glândulas endócrinas Várias glândulas endócrinas estão relacionadas com pontos de acupunctura. Consoante a necessidade, estas glândulas podem ser activadas ou acalmadas a fim de harmonizar o seu funcionamento com o resto do corpo. É por intermédio destas glândulas que o stress e as emoções agem sobre os órgãos, enfraquecendo-os ou esgotando-os. 

Baby Tui Na
A "Baby Tui Na" é um ramo da medicina tradicional chinesa e foi desenvolvida da Tui Na para adultos há algumas centenas de anos. Esta massagem destina-se a crianças desde a nascença até aos seis anos. Tem vindo a ser praticada na china há pelo menos 700 anos e a experiência revelou formas e meios únicos de afectar a energia que flui do corpo das crianças. 

Os bebés têm sistemas de meridianos que ainda não estão totalmente desenvolvidos, no entanto todos os aspectos do crescimento e desenvolvimento de um bebé depende do fluir do Qi e do seu equilíbrio correcto. 

A Tui Na para crianças usa todo um sistema de pontos e caminhos que muitas vezes não correspondem aos dos adultos. A Tui Na para bebés é uma medicina poderosa e quando correctamente aplicada, os seus efeitos são profundos. É durante os primeiros cinco anos de vida de uma criança que o desenvolvimento físico, neurológico e comportamental toma lugar. 

Esta é a altura em que os distúrbios do fluir e da difusão do Qi vital e o seu equilíbrio entre os órgãos podem ter sérios efeitos nefastos e duradouros. Isto inclui um atraso no desenvolvimento do cérebro, fraca resposta imunitária e desenvolvimento lento do sistema muscular e esquelético. 

Os benefícios da Tui Na Pediátrica

- A Baby Tui Na mantém os padrões do Qi vital (energia) que são essenciais para o desenvolvimento saudável. O resultado, é uma criança alegre, saudável, forte e inteligente. 
- Um bom desenvolvimento do cérebro assegura não apenas inteligência, como também o funcionamento efectivo de todo o processo vegetativo. O impacto que a Tui Na tem no desenvolvimento intelectual de uma criança criado num ambiente estimulante, e com uma relação próxima dos pais pode parecer um milagre. 
- Um forte sistema imunitário quer dizer não apenas boa resistência em relação às maleitas infantis mas também uma grande redução da tendência para reagir a todo o aumentar de substâncias no nosso ambiente, que podem causar alergias como a asma e eczemas. 
- Um sistema neuromuscular e esquelético bem desenvolvido asseguram uma boa coordenação motora, que aumenta o desenvolvimento das atribuições físicas como a escrita, o dese:censurado:nho e o desporto. 
- A Baby Tui Na é completamente holística na sua acção e trata todo o corpo. A maioria das mães quer dar ao seu filho o melhor começo na vida. Isto significa fazer tudo o que estiver ao seu alcance, permitindo a cada criança desenvolver todo o potencial determinado pelos seus genes. 
- Baby Tui Na alcança os seus resultados equilibrando o Qi (energia) e promovendo o seu livre fluir. 
fonte:Revista Estética Viva


De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



pesquisar neste blog
 
links
subscrever feeds