publicado por adm | Terça-feira, 04 Maio , 2010, 23:21

Foram uma das grandes novidades a surgir com a proliferação do conceito de SPA na Europa. A terapia das pedras quentes - disposição e fricção de pedras vulcânicas no corpo - é um conceito moderno, mas existem referências do seu uso já nas antigas civilizações egípcia, chinesa e entre alguns povos ameríndios. As manobras utilizadas actualmente neste tipo de tratamento derivam da massagem sueca e do shiatsu e têm em conta os princípios da termoterapia e conhecimentos de Geologia.


Não são umas pedras quaisquer. São pedras de basalto, lisas e macias, produto do processo de arrefecimento de lava que trazem uma herança energética de milhões de anos. Têm tamanhos e formatos variáveis em função do local onde são aplicadas, de maneira a que o encaixe no corpo seja o melhor possível. Dispõem-se alternadamente pedras quentes e frias ao longo da zona dorsal, bem como nas mãos e nos pés (pontos energéticos vitais) para reequilibrar os chakras.


Em complemento com a utilização das pedras, os terapeutas costumam estimular pontos críticos de acumulação de tensão. Esta é uma terapia demorada. As sessões duram, normalmente, cerca de uma hora e meia. O objectivo é atingir o relaxamento total em vigília - o estado Alfa.
O calor emanado das pedras alcança as terminações nervosas superficiais e descontrai os mússculos sem que seja necessário exercer a pressão típica da massagem tradicional.


Depois da fase sedativa que sucede à sessão de massagem, os clientes sentem-se reenergizados. As melhoras mais frequentemente referidas dizem respeito à circulação sanguínea, ao tónus muscular, aos processos digestivos e respiratórios, à mobilidade das articulações, ao fortalecimento do sistema imunitário, à capacidade de concentração e ao alívio de dores nas costas. Há também quem verifique a libertação de emoções reprimidas e o alcance da serenidade espiritual.


A massagem com pedras quentes está especialmente indicada em caso de: dores musculares e menstruais, obstipação, stress, má circulação, gordura localizada, celulite, cansaço, angústia, depressão e obesidade.
Atenção: não deve recorrer a esta terapia se está grávida, sofre de asma aguda, cistite ou alguma espécie de infecção.


pesquisar neste blog
 
links